Censura e perseguição na Oeiras Viva (I)


Na nossa caixa do correio eletrónico recebemos avultada informação sobre a Oeiras Viva, a empresa municipal do porto de recreio de Oeiras, pequeno feudo de José Manuel Constantino e de Cristina Rosado Correia. É tanta a informação que somos obrigados a divulgá-la a conta-gotas. Começa assim:

«No dia 19 de fevereiro passado os trabalhadores da empresa municipal Oeiras Viva, detida em 100% pelo município de Oeiras, são informados que os salários daquele mês, que em regra são pagos no dia 20, estão em perigo, por quebra de tesouraria. O que deveria ter feito o conselho de administração? Convocar a comissão de trabalhadores (CT), informando-a da situação e pedindo a sua colaboração. Mas o caminho não foi este: unilateralmente, o conselho de administração decidiu que iria pagar os salários dos trabalhadores que auferissem até 1.000 euros, os restantes deveriam aguardar por melhores dias.

Comunicado CT OV AMComunicado CT OV AM 2No mesmo dia, 19, reúne a assembleia municipal de Oeiras. Os 3 elementos da comissão de trabalhadores, Teresa Carvalho, Luís Almeida e João Rodriguez, estão presentes e distribuem aos deputados municipais e à comunicação social um comunicado onde não só manifestam a sua indignação pelo facto de terem sido marginalizados na questão do eventual atraso salarial, como também fazem algumas acusações ao conselho de administração sobre o modo como a empresa tem sido, em sua opinião (mal) gerida.

Este assunto é debatido pelas várias bancadas e até pelo vice-presidente Paulo Vistas. Tudo legal, tudo democrático. Tudo, mas não para todos, tudo, menos para os membros da comissão de trabalhadores, que viriam a ser alvo de processo disciplinar com contornos intimidatórios, por utilizarem os meios que a Constituição da República e a lei lhes conferem.

Assim, com data de 10 de maio de 2013 os membros da CT, Teresa Carvalho, Luís Almeida e João Rodriguez recebem a Nota de Culpa, não por terem intervindo na assembleia municipal naquela qualidade, mas enquanto trabalhadores.

O conselho de administração ao não consultar a CT viola grave e grosseiramente os artigos 423.º e 425.º do Código do Trabalho. E um escritório de advogados faz um frete a José Manuel Constantino e a Cristina Rosado Correia, redigindo uma Nota de Culpa vergonhosa, desavergonhada e viciada, com o único intuito de intimidar, censurar e cercear os direitos dos trabalhadores, enquanto membros da CT, no que à liberdade de expressão diz respeito.»

Nos próximos dias iremos escalpelizar este processo, na expectativa de que alguém de direito ponha cobro ao clima de medo instalado na Oeiras Viva.

26 thoughts on “Censura e perseguição na Oeiras Viva (I)

  1. Paulo sem Visão diz:

    Se for para acabar com a mama do xico branco, privatizem os smas. O preço da agua ate ira baixar…

  2. Anónimo diz:

    Mas esse Constantino não vai ser o futuro Adjunto do Vistas?! O que é que ele tem para (ad)juntar ao Vistas? Os ideais e os princípios de um, será que vão passar a ser os do outro? Que se cuidem os trabalhadores e a CT da CMO porque quem faz uma, faz um cento! A Democracia já não é o que era! Enquanto Constantino vivia de sandálias e de sacola à tiracolo tinha princípios com a igualdade, liberdade etc, agora de colarinho branco e botões de punho, montado em carros novos pagos pelo Município (ou pelos trabalhadores da Oeiras V.?!) já condena/pune a liberdade de expressão e fica todo enxofrado com os comentários de uma CT! Nessa altura eras um grande invejoso, ambicionavas ter o que os outros tinham! Já devias ter idade para alinhares com gente que te dignificasse! Acorda e não deixes que o “poder” te cegue!

  3. . diz:

    A Cristina Rosado Correia para quem não sabe foi corrida da camara quando deixou de ter a proctecção do Isaltino ele sauiu e foi para ministro depois foi para a Misericórdia de Lisboa trabalhar com a Maria José Nogueira Pinto e deu-se tão mal com ela que voltou a pedir ao Isaltino que lhe desse um cargo de adjunta ele não lhe deu porque já conhecia a cobra que tinha sido directora de recursos humanos da camara e era uma besta mas afinal teve pena da gaja e ofereceu-lhe o cargo de administradora da empresa municipal de onde nºão irá sair porque na camara de oeiras ninguém a quer é odiada por muito. esta mulher tb esteve na camara de lisboa onde se deu mal e foi o padrinho Tavares Salgado que a meteu na camara
    esta mulher é uma cobra destrutora das pessoas um verdadeiro horror de pessoa

    • Anónimo diz:

      Pois é!
      Nem tudo é prejuízo, pois a dita senhora conseguiu há muitos anosos, meter o gabinete de advogados onde o marido colabora, a dar pareceres bem remunerados para a Câmara. E a irmã nem se fala, foi sempre a subir de “braços” abertos!!!

      • Daniel Alves diz:

        O escritório de advogados é o Novais, Borges, Gomes e Madureira?

    • Anónimo diz:

      Algum de vocês já a viu ao vivo? Como lhe podem chamar cobra? Ela não tem cauda nem língua bifida! A Senhora até é bem falante! Orgulha-se se usar um sobrenome (para esconder outros), usar óculos (logo tem cabeça), roupas sempre largas (para disfarçar o esqueleto que está por baixo), usar a voz que Deus lhe deu para se fazer ouvir (ou para ensurdecer os outros)!Quem chama a esta senhora cobra é mauzinho! Transparece mais ser uma pessoa amarga consigo, e com a vida sempre pronta a descarregar a frustração da sua “pobre” vida, em quem lhe aparece pela frente. Desafio-vos a seguirem-na um dia, por exemplo até ao seu Banco! Uma verdadeira vergonha! Vão com ela a um hospital, a um restaurante….Coitada! Nós não escolhemos como, nem onde nascemos, mas podemos evoluir como pessoa ao longo da vida! Só os burros não mudam! Vêm porque é injusto chama-la cobra! Adivinhem então o que ela é?

  4. anónimo da parques tejo diz:

    que desleixo a gestão da Oeiras Viva eu trabalho noutra empresa do municipio e as coisas não são assim.
    ainda dizem que vão juntar este ernergumeros a nós não queremos a nossa empresa trata bem os trabalhadores não esta coisa de discriminar.
    vim aqui porque me disseram que estava aqui isto eu nem conhecia este blog
    ainda vou ver se falo com uma senhora que conheço de lá para ver como é

      • Anónimo diz:

        Muito pelo contrário é um nazista e para além disso não respeita nenhum dos empregados, ele é Rei e Sr. até contrata novos funcionários antes de os que terminam contratos saberem que estes não serão renovados. Ou são Isaltinos ou não valem nada, pois enquanto assim for tem o seu poleiro estará seguro.

  5. Joana Palma diz:

    Não sabia que isto ia assim pensei que a empresa fosse uma empresa normal mas nota-se realmente um abandono total da Marina de Oeiras.
    Eu corro todos os dias no passeio maritimo e ao fim de semana com o meu marido e o meu filho, antigamente ficavamos muitas vezes depois da nossa caminhada ou corrida por ali a almoçar mas agora aquilo está como diz a comissão de trabalhadores sem brilho e sujo todda a parte ajardinada parece ao abandono há ervas por todo o lado principalmente num espaço onde está agora a camara municipal e onde antigamente era uma esplanada muito agradavel.
    esse abandono na gestão do espaço deve tranparece tb no abandono da gestão das pessoas uma vez que numa situação normmal o dinheiro reparte-se e não se paga só a uns
    esta de terem metido um processo á comissão de trabalhadores não é lógica nem muito menos aceitável
    enfim espelha também a imagem do pais e do desgoverno total a que chegámos estes gestores só estão a fazer aquilo que a sr. Merkel quer dizimar os trabalhadores reduzir os custos do trabalho elinminar postos de trabalhpo etc.
    É triste que estejamos assim principalmente em orgãoes do estado

    • Anónima diz:

      Joana, a Marina deve ser um antro de interesses dos que a gerem, e não um espaço virado para as pessoas que a visitam! Há curiosamente uma loja de gelados que nunca a via aberta nem na Primavera, nem no Verão! Saiu de lá a Deliconveniência agora está lá outra, que desconsolo! Não há uma gelataria em condições (Santini…!), uma pastelaria acolhedora para os dias de Inverno, ou de Verão, um Restaurante com um bom peixe! Enfim, não se entende que o projecto existe para a Marina de Oeiras! Alguém ouviu os candidatos falar em assuntos destes, ou em projectos? Não há eventos neste espaço, nada! é apenas uma zona de passagem de pessoas! Até os próprios barcos já zarparam! Queremos na Marina um local de “Mimo”! Senhor Vistas tenha a coragem de vir aqui, ou em outro qualquer espaço dizer qual é o seu projecto para a Marina e ponha esta Marina nas mãos de quem a saiba gerir! Tenha coragem de fazer uma gestão da coisa publica sem ser na perspectiva do tacho! Queira ser um autarca diferente, faça você mesmo, acabe com as empresas municipais que já demonstraram não saber fazer melhor do que a Câmara, a não ser pagar mais aos que lá trabalham! Pelo que aqui li ainda por cima são maus gestores e pidescos!

  6. antónio Francisco diz:

    Bolas que em Oeiras não se pode trabalhar.
    Este municipio é mesmo corrupto como é que ficam com o galardão do melhor concelho para trabalhar se ainda há empresas do municipio que executam os trabalhadores ciom este tipo de acções vergonhosas e dasavergonhadas e viciadas
    Condenem estes filhos da p.

  7. JOÃO MORENO DA SILVA diz:

    Este é o caso mais vergonhoso que conheço em Oeiras.
    como é que uma comissão de trabalhadores é penalizada por ter defendido os trabalhadores de uma discriminação?
    Isto existe no Séc. XXI em Oeiras o melhor concelho do pais para trabalhar?
    Quem são os administradores desta empresa?
    Será que merecem continuar a poder exercer cargos públicos?
    E a Assembleia do Municipio não fez nada?
    E a Camara Municipal não vai fazer bada contra os dirigentes da empresa?
    Como é que uma empresa destas não sabe o código de trabalho?
    Como é que uma empresa destas não tem um advogado que a aconselhe?
    E o ACT alguém se lembrou de efectuar uma queixa contra estes senhores administradores?
    e ao CIT alguém fez queixa?
    Que vergonha Dr. Isaltino Morais
    Que vergonha Dr. Paulo Vistas
    QUE VERGONHA OEIRAS JULGUEI QUE AQUI HOUVESSE JUSTIÇA E EQUIDADE

  8. Anónimo diz:

    Dr.????? licenciado em quê?
    A Fundação Século brevemente passará a Afundação Século com a gestão desse senhor

  9. Anónimo diz:

    Bagunça também nas desoladoras instalações do lemo, partilhadas agora com a habitágua, “empilhando” funcionários sem qualquer trabalho, depois de despedirem quem não é do “grupo de amigos”. Continuará a CMO a estoirar dinheiro com isto?

      • anónimo da parques tejo diz:

        esses gajos ainda vão fazer parte das outras empresas minucipais o paulo vistas tem de distribuir tachos tachos a quem lhe ofereceu a vitória a este pobre de espirito e de sabedoria

  10. Oeiras em eleiçõs diz:

    Constantino! Quem te viu e quem te vê! A tradição já não é mesmo o que era:no brandy, na defesa dos direitos dos trabalhadores.

      • anónimo da parques tejo diz:

        este gajo era comuna quando era professorzinho das canbalhotas e dos pinos depois passou a fazer o pino e .agora virou camaleão é conforme lhe gira o tacho
        grande porco oportunista

  11. jorginho diz:

    pois é a bagunça está institucionalizada e á boa moda da CMO de Isaltino continuada por Paulo Vistas. Recorre-se agora a medidas intimidatórias usuais em casos destes para calar as hostes…É típico da CMO e dos Smas nestes últimos ainda pior porque é contra os clientes que são o ganha pão dos que trabalham naquela casa coisa que gestores e funcionários ainda não entenderam. Venham as privatizações no sector e já aprendem se não forem entretanto postos na rua por indesejáveis nas empresas privadas por evidente falta de produtividade. Com tanta vontade de vender Portugal aos bocadinhos demostrada por este governo e estando em causa a privatização do sector Águas de Portugal pode ser que seja mais rápido do que esperam…. Aguardemos para ver onde acaba toda esta novela…

    • caiman diz:

      Quando o preço que paga pela água decuplicar por ter entregue um monopólio natural aos privados, vamos ver se mantém esta conversa.

      • Anónimo diz:

        O vídeo alerta-nos.
        Mas na Carta dos direitos fundamentais do ser humano a Água não é um bem que pertence a todos?
        O que quer dizer privatizar?
        Como é que os alemães descobriram Paços de Ferreira e nós nem sabemos onde fica?
        Vão perguntar a opinião à administração dos SMAS?
        Têm facilidade de saber a opinião do Conselho de Administração?
        Agradecemos.
        Em Oeiras quanto vai subir o preço da Água com a privatização?
        Já começaram a fazer estimativas?

      • anónimo da parques tejo diz:

        esta do preço da água é mais uma que temos de comer em 2014

Este blog não censura ninguém. Critique, exponha sem ofender.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s