Injustiça, Advocacia, Desordem e Monarquia: uma história mal contada (III)


A saga continua. Final de Novembro.

Tá lá? Boa tarde, Presidente, daqui fala o D’Abreu!

– Então, pronto para o combate?

Claro, Presidente, depois de sair do CDL OA.

– Ligou-me, pra quê?

Olhe, Presidente, tenho os livros em meu poder. O Pires tipógrafo entregou-mos hoje. Não me deu qualquer papel.

– Não se preocupe. Se aparecer, apareceu.

E o livro de intervenções do Presidente já está pronto?

– Ainda não sei de nada. Não estou preocupado, há-de aparecer.

Bem, Presidente, os seus discursos devem ser escritos a ouro, 19.980,00 euros por uns livros cheios de demagogia, é obra…

-Oh, D’Abreu não acha que se está a esticar?

Porra, Presidente, você não aguenta uma piada. Quando for de cana como é que vai ser? Também, vai dizer aos guardas prisionais e aos colegas de cativeiro (hehehehe) para não lhe mandarem piadas? Presidente, tem é que ter espírito aberto, fraterno…

– Fraternidade é na maçonaria, não é aqui.

– Oh, D’Abreu, a carta a pedir o subsídio foi enviada?

Claro, Presidente.

– Eh, pá, como é que eu vou resolver o problema? O pedido não vai à reunião da vereação este ano, tem de ir ao jurídico para eles darem um parecer favorável, o que quer dizer que só lá para Janeiro ou Fevereiro é que o documento será aprovado (é tão bom ver os gajos a levantar o braço, votando a favor, sem fazerem perguntas) você já tem os livros, como é que eu vou fazer aprovar uma coisa que já está feita?

Oh, Presidente, você disse que não havia problema, que os outros é que são amadores?

– Problema, não há. Os meus estão controlados, os do Pêéssedê controlados estão, os do Pêésse estão controlados pelo Carlos Oliva, o Almíscar Campos é que me vai fazer perguntas, para fingir que é oposição hehehe. Desde que o gajo fale sempre no CDL OA e nunca refira que o Presidente do CDL OA é Carlos Pinto D’Abreu dá Cá o Meu, meu ex e futuro advogado, tá tudo bem.

Presidente, você já está enterrado, não me leve consigo prá cova, está bem?

– Esteja descansado. Mas um passo em falso pode ser a morte do artista.

Presidente, se a gente não se falar mais este ano, Feliz Natal e Boas Entradas, de preferência na prisa (hehehe).

Adeus, oh vai-te embora. Graçola de merda!

E o Presidente desliga-lhe o telefone nas trombas.

Peres – Soctip 1 

 

Anúncios

One thought on “Injustiça, Advocacia, Desordem e Monarquia: uma história mal contada (III)

  1. Anónimo diz:

    A GANANCIA PELO PODER DA CMO , É BRUTAL! QUE TRISTEZA ! TÊM MEMORIA CURTA… PS…PSD… SE AGORA SEM GENTE DEVEM AO EXMO DR ISALTINO.

Este blog não censura ninguém. Critique, exponha sem ofender.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s