No mundo do imaginário


Imagine que o presidente da CMO* vai de férias para o Algarve (Manta Rota);

Imagine que o vice-presidente da mesma CMO* também vai;

Imagine também que ao grupo se junta o chefe do gabinete;

Imagine que o ex-adjunto do vice-presidente também vai;

Imagine que o adjunto da vereadora da Cultura também engrossa (nada de copos) o grupo.

É tudo imaginação, no mundo do imaginário.

Mas vamos levar mais longe a nossa imaginação.

Imagine que um jovem chefe de divisão (CD), ambicioso, sabendo do posicionamento global (não metam o GPS ao barulho) do “top two” da CMO* se instala em uma unidade hoteleira com a família e, por mera casualidade (há coincidências na vida, é o destino), se encontra com eles;

Imagine que a partir deste encontro o jovem CD é convidado a partilhar o espaço e o entretenimento com os dirigentes máximos da CMO*;

Imagine que a dada altura o jovem CD começa a carpir as suas mágoas, que a vida está difícil, que os cortes que governo fez e os que anunciou ir fazer estão a deixá-lo na penúria, desatando num choro incontrolável e ranhoso;

Imagine que o presidente, que tem um enorme coração, se emociona, comove-se, solta uma lágrima, abraça-se ao mal aventurado e lhe diz:

“Quando regressar ao burgo vou fazer um despacho a nomear-te DIRECTOR DO DEPARTAMENTO DE PATRIMÓNIO HISTÓRICO, CULTURA E BIBLIOTECAS, vais ganhar mais 800 euritos, já dá para a escola dos putos.”

Imagine que o vice-presidente intervém:

“Mas, presidente, há dirigentes mais antigos, como o Prof. Marado, da Cultura e Turismo, esta nomeação vai cair mal no seio dos dirigentes e não só. E estamos em fase de contenção de despesas. Mediu as consequências para a estabilidade da CMO*, que já anda pelas ruas da amargura?”

Imagine que a resposta do presidente para o seu vice é a seguinte:

“A estabilidade sou eu. Eu sou a reencarnação do Marquês e quem manda sou eu! Ponto final!”

Imagine que o ainda CD e futuro DD (não tem nada a ver com o DDT/Shelltox) cuja especialidade é a área desportiva, balbucia:

“Presidente, eu não percebo nada de calhaus, de cultura só se for aquicultura (tenho um aquário em casa) e quanto a leitura só a ’30 noites’, o ‘Oeiras Desactual’, a ‘Maria’, o ‘Manel’, ‘TV Guia’, a ‘Nova Gente’, a ‘Velha Gente’, ‘Telenovelas’, ‘TV 7 noites’, ‘o Record’, ‘A BOLA’, ‘O Jogo…”

Imaginemos que o presidente lhe diz:

“Não há problema. Chamas o Manel Marado para estar ao pé de ti, ele trabalha e tu ganhas o graveto. Um CD tem de ser leal ao DD.”

Imagine que este acto imaginário se tornava realidade e que o ambicioso CDD desportivo se tornava, sem qualquer mérito, DPHCB?

É possível acontecer numa CMO*?

*CMO – Odivelas, Oeiras, Ourém, Ourique e outras começadas por “O”

Anúncios

13 thoughts on “No mundo do imaginário

  1. TLD diz:

    Você não está a fazer bem as contas. Você só pode contabilizar a diferença entre o salário depois da promoção e o salário antes da promoção. Porque, como é óbvio, os nomeados não podem desempenhar 2 cargos ao mesmo tempo. E as diferenças não são assim tão grandes.

    • Anónimo diz:

      Qual o salário de chefe de divisão e de diretor de departamento? Mas o texto é imaginário, ou aconteceu mesmo?

      • Cesar Augusto diz:

        Aconteceu mesmo: Rafael Salgueiro passou de chefe de divisão de desporto para director de departamento de património histórico sem perceber um boi. O Prof. Manuel Machado era a pessoa certa no lugar certo. O Prof. Manuel Machado e a arquiteta Isabel Soromenho trabalham e os louros sao para o Rafael Salgueiro.

    • Anónimo diz:

      Alguem respondeu sobre os salarios. Se sao 800 ou 400 é de somenos importância, importa denunciar o tachismo e o amiguismo. Competência? Fónix, não basta! Quanto mais incompetente melhor, menos sombra faz.

  2. Anónimo diz:

    Já não se percebe nada disto! Então a ordem não é para cortar na despesa? E o Governo não disse já que quer reduzir os cargos de chefia? E não veio já nos jornais que só a CMOeiras tem que reduzir 11 Directores de Departamento e 11 Chefes de Divisão até ao final do 1º semestre de 2012, daqui a 10 meses?
    Então porque é que se continuam a nomear Chefias se se sabe que vão cair? Foi o jovem Rafael Salgueiro, que fez tudo para passar de Chefe de Divisão a Director de Departamento, e foram nomeadas mais 2 chefes de Divisão a semana passada.
    E o Presidente da Câmara diz que a Autarquia está com dificuldades financeiras?
    Ora vamos lá fazer as contas!
    Um Chefe de Divisão ganha 2.808,63 €. Dois Chefes de Divisão ganham 5.617,26€. Um Director de Departamento ganha 3.298,46 €. Se tudo isto for somado (8.915,72€) e multiplicado por 10 meses, dá 89.157,20 €. Tanto dinheiro para os cargos que vão cair?
    E isto é estar com dificuldades financeiras? Ou é a gestão que é irresponsável?
    Sabe bem brincar com o dinheiro dos outros, quando se sente que se está impune!
    E a oposição não diz nada?
    Alguém consegue explicar isto?

    • Anónimo diz:

      A CM Oeiras vai ficar com 1 diretor municipal (- 5), 4 diretores de departamento (- 14) e 17 chefes de divisão (- 18).

  3. Anónimo diz:

    Ainda acreditam no Pai NAtal? Vamos pagar mais impostos para continuar a sustentar esta merda. Estou farto. Infelizmente isto é verdade.

  4. Se não fosse o MM e outras pessoas do departamento, o que seria da Cultura da CMO com a vereadora da batinha das flores*? Basta recordar o que disse a viúva de Manuel de Brito – em entrevista a respeito da colecção do Palácio Anjos – e cito de cor: À sra vereadora em questão falta-lhe conhecimento e sensibilidade. Tout court!

    * “Batinha das flores” não é ofensa; é a imagem de marca da vereadora.

    • Anónimo diz:

      Manuel Machado é que deveria ser diretor de departamento. Se tiver espinha dorsal demite-se, caso contrário vai fazer o trabalho do salgueirinho.

    • Anónimo diz:

      Segundo se consta adora cozinhar e fazer panquecas, rissós e pastéis de bacalhau. MargaretThatcher era dona de casa e foi 1.ª ministra britânica de sucesso. Sobre Elisabete Oliveira é uma avó querida, não passa disso. Falta-lhe substância e sensibilidade.

Este blog não censura ninguém. Critique, exponha sem ofender.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s